5 de jan de 2010

- GNOMOS E DUENDES


Elementais da Terra: Gnomos, aos quais depois uniram-se os Duendes - Os gnomos ficaram como senhores do reino mineral e os duendes responsáveis pelo reino vegetal.



Gnomos - Considerados os guardiães dos minerais, com a capacidade de perceber e sintonizar o fluxo de crescimento destes minerais (das rochas), propiciando a sua manifestação e evolução, chegando a transformar a rocha em cristal. A teoria baseia-se no princípio das assências elementais. A rocha (essência elétrica comprovada) permitiu a manifestação da essência elemental (suposta) que impulsionada gerou o cristal.





Duendes - Seguem o mesmo processo, só que no reino vegetal onde denominam e atuam, propiciando um ciclo de desenvolvimento adequado. Estão ligados à terra energeticamente e influem no curso natural de uma planta por eles regida.

O Elemento TERRA dirigido por VIRGO E PELLEUR.

Anões e Gnomos são os Seres ELEMENTAIS subordinados ao elemento terra.

EU SOU VIRGO, o espirito da terra, por muitos chamada carinhosamente de "Mãe Terra". Meu complemento divino PELLEUR e eu ajudamos a criar o planeta Terra, porém naquele tempo, sua substancia era cristalina, limpa e reluzente. Após a chegada das almas dos retardatários de outras estrelas, e energia vibratória dos humanos diminuiu muito, seus corpos tornaram-se mais densos e a exalação dos corpos físicos começou a se formar o que se poderia chamar de "adubo". Com isso aconteceram em todos os reinos rebeliões e insatisfação contra os ambiciosos humanos, que aceitavam como natural e evidente o corpo da Terra, suas riquezas, as montanhas, as colheitas dos abnegados trabalhadores do Reino da Natureza.
Os seres humanos respondiam somente com desinteresse e excrementos em troca das livres dádivas das colheitas, das pedras preciosas aos seus pés, onde construíam casas, igrejas e centros de diversões.




O domicílio dos gnomos são as matas fechadas, rochas e margens das lagoas. Como seus corpos são feitos de substância etérea fina, conseguem atravessar os corpos sólidos como nós atravessamos o ar.
Geralmente possuem suas moradias dentro da terra, próximo à superfície. Acompanham a vida familiar com muito interesse, embora para nós, sejam invisíveis.
Cuidam das flores e plantas, árvores e arbustos com muito amor e alegram-se vendo cada flor que desabrocha. São atraídos por pessoas amáveis e dóceis. Brigas, desordem e desarmonia são para eles um suplício.
Seu tamanho varia entre 40 e 100 cm, sua aparência assemelha-se a dos humanos.
Muitos dos gnomos, devido a imitar os humanos, tornaram-se distorcidos e de aspecto desagradável. Tornaram-se malignos e tramam ciladas contra os humanos
Toda atividade vulcânica, tanto no passado como agora, é um sinal de rebelião dos seres da terra e do fogo. No entanto, a princípio, vieram cheios de amor e simpatia...

Refleti sobre o que a terra teve que agüentar durante eras, devido à consciência destruidora e a atividade de seus habitantes. Os corpos em decomposição foram enterrados na terra durante séculos e os gnomos tinham a desagradável tarefa de dissolver estes corpos.

Os dirigentes das matas reconhecem quem se aproxima com amor ou interesse egoístico através de sua vibração

Quando escutardes o farfalhar das folhas das arvores, os alegres saltos das águas, quando preparardes vosso alimento e as flores vos alegrarem com sua beleza, quando usufruirdes da água cristalina e ar puro, pensai nos seres que trabalharam para isso e enviai-lhes vosso amor e gratidão.






INVOCAÇÃO AOS GNOMOS



Eu vos saúdo, Gnomos,

Que constituis a representação do elemento Terra.

Vós que constituís a base e fortaleza da Terra,

Ajudai-me a transformar, a construir todas as estruturas materiais,

Assim como uma raiz fortifica a árvore frondosa.

Gnomos, possuidores dos segredos ocultos,

Fazei-me perfeito e nobre, digno do vosso auxilio.

Mestres da Terra,

Eu vos saúdo fraternalmente.

Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário